Descrição

Encaixada entre o maciço da Gralheira e a serra do Montemuro, a Foz Cabril é o ponto de encontro entre o rio Tenente e o rio Paiva. O rio Paiva, considerado um dos mais limpos da Europa, nasce na serra de Leomil, desaguando no rio Douro, no lugar do Castelo (Castelo de Paiva). O rio Tenente nasce no lugar da Sobreda na serra do Montemuro, desaguando na margem direita do Paiva. Este local é uma excelente zona de lazer, sendo um local privilegiado para a observação da natureza. Devido à diversidade de habitats presentes e à dinâmica natural destes rios, este local é um ponto quente de biodiversidade, contribuindo para isso os ecossistemas aquáticos, ribeirinhos, florestais e rupícolas.

Património Natural

Na Foz Cabril é possível contemplar uma grande diversidade de fauna e flora, galerias ripícolas bem conservadas, onde predomina o amieiro, bem como a presença de zonas de rápidos e áreas lênticas que permitem o desenvolvimento de uma elevada variedade biológica. Relativamente à flora, a dinâmica natural do rio Paiva permite a presença de diversas espécies. Ilhas formadas no verão e que no inverno se encontram submersas alojam uma grande diversidade florística, como é o caso do linefólio. Dependente desta dinâmica, esta é uma planta endémica da Península Ibérica que se caracteriza por ocorrerem leito de cheia, florescendo no verão em margens, ou mesmo em ilhas no meio do rio. Igualmente dependente desta dinâmica, a baldélia é também uma planta que se pode observar no período do verão. Presente em taludes e locais pedregosos, a maceróvia-pedunculada, planta endémica da região pode ser observada na área envolvente à Foz Cabril. Quanto à fauna, estão presentes a lontra, o lagarto-de-água, a cobra-de-água-viperina, e diversas espécies de aves como o guarda-rios, o melro-de-água, a garça-real ou o corvo-marinho-de-faces-brancas. Com grande ligação ao rio, os anfíbios, como a rã-verde, a rã-ibérica, o sapo-comum ou o tritão-marmoreado, são aqui igualmente comuns. Também se podem observar várias libélulas e libelinhas, como a libélula-crepuscular, a libélula-anelada, o ortétrum-dos-ribeiros, ou a macrómia, espécie considerada das mais raras da Europa, que encontra aqui o habitat ideal para o desenvolvimento da sua larva, ou seja, locais com galeria ripícola bem desenvolvida e com alguma profundidade.

Linefólio
Baldelia
Rio Paiva
Rio Paiva
Maceróvia-pedunculada
Parque de lazer da Foz Cabril
Guarda-rios
Lagarto-de-água
Foz Cabril