Descrição

O afloramento das Pedras Parideiras (geologicamente designado de granito nodular da Castanheira) é um fenómeno de granitização único no mundo. Trata-se de um afloramento granítico que tem incrustados nódulos envolvidos por uma capa de biotite (mica negra) em forma de disco biconvexo. Estes nódulos são mais resistentes aos agentes de meteorização do que a rocha encaixante destacando-se, por isso, da rocha mãe. Por ação da erosão, os nódulos libertam-se e acumulam-se no solo, deixando na rocha uma cavidade cujas paredes estão revestidas por uma capa biotítica. Na linguagem popular, as pedras “parem” outras, daí o nome “pedras parideiras”. A sua importância deve-se à raridade deste fenómeno à escala mundial e ao misticismo que lhe atribui o povo.

Afloramento de granito nodular das Pedras Parideiras
Dobras da Castanheira
Nódulos de biotite